Assinatura RSS

Arquivo da categoria: Pitacos

Do latim…

Publicado em

O Aurélio diz que carência é necessidade e/ou privação. Privar-se por necessidade? Necessidade de não privar-se? Pelo que se vê por aí, fico com a segunda opção. Não sei que bomba caiu no mundo, mas ultimamente as pessoas têm tido uma necessidade muito maior de aparecer. Em tempos de Twitter, tudo ganha uma proporção ainda maior e você percebe quais atitudes são pura e simples carência, atitudes que você não perceberia antes, que não analisaria antes. Me formar em Psicologia não é (mais) uma opção, mas se eu pudesse chamaria meia-dúzia de pessoas do meu círculo social e diria “Ei, não faz assim. Você é mais que isso!”. Eu sempre observei muito as coisas, e algo me ensinou a decifrar certas atitudes e gestos. É ruim ver que a maioria das pessoas inventam uma realidade (todo mundo tá a vontade pra isso, claro) e se baseiam nela, só nela, sem perceber o quanto isso pode ser mau. Você não precisa justificar tua provável maturidade com coisas que não te convêm, não precisa que todos saibam da sua vida “perfeita e feliz” para que ela realmente seja perfeita e feliz. Você não precisa adquirir vícios e hábitos que sempre abominou pra ser motivo de admiração, não precisa provar pro mundo que tem 1 milhão de amigos e os ama mais que tudo, isso é capaz até de afastar daqueles que realmente estão do seu lado e te querem bem. A maioria esquece do seu verdadeiro potencial e se perdem, se dissipam e em vez de serem admirados, são consolados sem saber. Mas perceba: você é mais que isso.