Assinatura RSS

De setembro/2008

Publicado em

E se…

der tudo errado? Eu não sou otimista. Sonhadora talvez, mas otimista não. E (…) eu fico perdida porque ao mesmo tempo que faço mil planos, o pensamento que me manda ‘cair na real’ tá presente. Seria tão fácil pra mim se tudo fosse mais concreto, mais certo. Não é pedir muito! Certezas são tão simples. Tão complicadas…
E aquela frase “O que tiver de ser, será” perde totalmente o sentido diante do fato. Aliás, quem inventou não seguia os seus objetivos, explanei. Cruzar os braços e esperar acontecer? Que inútil! Destino não existe, sorte muito menos, tudo isso somos nós quem criamos e somos nós quem decidimos como haverá de ser. Portanto, se vai dar certo, ou não, só cabe a nós escolher. Como será, afinal?

 

Esse post é de 2008. E por incrível que pareça, meu eu de 15 não está tão distante assim do meu eu de 18, como eu pensava. Motivos e épocas diferentes, mas eu continuo exatamente igual. Não sei até que ponto isso é bom, mas em algum ponto deve ser.

Anúncios

Comenta...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: